11/02/2020

O que pode ser deduzido do Imposto de Renda 2020?

À princípio, é primordial obter as informações adequadas para descobrir o que pode ser deduzido do Imposto de Renda 2020. Confira os pontos que precisam ser analisados por você:

Dependentes

Primeiramente, é considerado dependentes para o imposto de renda: filhos ou enteados, pessoa incapaz, companheiro ou conjugue, bisavós, avós e pais. Para esses casos, o valor máximo é de R$ 2.275,08 por cada dependente.

Despesas médicas

As despesas ligadas a custos com hospitalizações, tratamentos médicos e consultas, de qualquer espécie, estão inclusos nessa categoria. Além disso, gastos com dentistas, terapias, exames e psicólogos também fazem parte disso.

É fundamental que o comprovante de pagamento seja emitido por um médico, laboratório ou mesmo hospital. Assim também, é primordial constar o serviço médico prestado e o comprovante precisa ser de origem sempre idônea.

Grande parte das despesas médicas, quando não acontecem no nome desses contribuintes, devem ser inseridas os nomes desses dependentes. Ao mesmo tempo, precisam ser declarados ou alimentados, tudo previsto em ordem judicial.

Lembre-se: não pode ser deduzido do Imposto de Renda 2020 aquilo que não tiver sido declarado previamente. Por exemplo: a sua esposa teve gastos ligados a esse fato, mas não existiu a declaração e o contribuinte perde a restituição.

Instrução

Os gastos inerentes a educação estão presentes e podem ser os seguintes: educação infantil, ensino fundamental e médio, curso superior ou educação profissional (ensino técnico ou mesmo tecnológico).

As deduções dessa categoria podem ir até R$ 3.561,50, já que esse é o limite e não tem como ultrapassar. Da mesma forma, só é considerado os gastos com mensalidades e anuidades, uma vez que os demais não estão inclusos nisso.

Livro-caixa

Os gastos com aluguel do escritório, contas de consumo (água e luz) e material de trabalho precisam estar no Livro-caixa. Dá para deduzir até um quinto desses gastos e pode dar uma diferença, não é mesmo?

Pensão Alimentícia

De antemão, apenas as pensões alimentícias forem por determinação judicial e não de outra forma. Aqueles valores dados por liberdade ou os acordos de “boca a boca” não podem ser deduzidos legalmente. É fundamental entender um fato: aquele que recebe precisa declarar que recebeu aquele valor.

Previdência

Os gastos com previdência privada dos seus dependentes ou mesmo desse contribuinte são dedutíveis. Esses pagamentos, assim como, os recolhimentos do contribuinte autônomo podem também ser dedutíveis.

Rendimentos de aluguéis

Os valores pagos e recebidos devem ser declarados, sempre considerando o último ano de exercício em questão. O rendimento, inerente a esse fato, também pode ser deduzido do Imposto de Renda 2020.

Outras Notícias

21/09/2020
Dicas para entregar a sua ECF sem erros
02/08/2020
Empresas decidem continuar em home office depois da pandemia
02/08/2020
As micro e pequenas empresas inadimplentes com o Simples Nacional não serão excluídas do regime especial em 2020.
24/06/2020
O prazo para a entrega do IR 2020 termina na próxima terça-feira, dia 30
19/06/2020
Portaria Conjunta SEPRT/MS nº 20/2020 - DOU de 19.06.2020
30/05/2020
Trabalhador terá que devolver os R$ 600 do auxílio emergencial se tiver aumento de renda
30/05/2020
PIS-Pasep 2020-2021: veja o calendário e quem tem direito ao abono salarial
22/05/2020
Imposto de Renda: Receita liberou a consulta ao 1º lote de restituição nesta sexta
25/04/2020
Linha de crédito para pequenas empresas é anunciada
25/04/2020
Conheça a Medida Provisória 936/2020, editada para minimizar os efeitos negativos do COVID-19
20/04/2020
9 tributos, impostos e contribuições que foram alterados devido a COVID-19
07/04/2020
FGTS: Trabalhadores podem sacar adicional de até R$ 2.900, veja quem pode:
02/04/2020
Receita adia por 60 dias prazo para entrega da Declaração do IRPF
24/03/2020
Ter prejuízo contábil também é motivo de exclusão do Simples Nacional
24/03/2020
Resolução CGSN nº 152 que prorroga o prazo para pagamento dos tributos federais no âmbito do Simples Nacional
23/03/2020
Aprovada Resolução nº 152/2020, que prorroga o prazo para pagamento dos tributos federais no âmbito do Simples Nacional
25/02/2020
Minha empresa precisa de contador?
25/02/2020
Cédulas Dilaceradas têm valor?
14/02/2020
SAIBA O QUE É O DASN-SIMEI
03/02/2020
FGTS: Projetos de lei pretendem mudar saque em 2020
01/02/2020
QUAIS AS OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS DE UMA EMPRESA INATIVA?
01/02/2020
Salário Mínimo = R$1.045,00
23/01/2020
Quem está obrigado a se inscrever no CAEPF
23/01/2020
DCTF x DCTFweb
23/01/2020
Salário-família será pago a quem recebe até R$ 1.425,56.
22/01/2020
Ainda vale a pena pagar INSS ATRASADO depois da Reforma da Previdência?
20/01/2020
DIRF 2020 - Regras e Prazo de Entrega
16/01/2020
Confira os valores das alíquotas do INSS para 2020:
15/01/2020
eSocial: Entrega da EFD-Reinf para o 3º grupo foi adiada
14/01/2020
Multa por atraso da EFD será apurada e cientificada à empresa no momento da transmissão
03/01/2020
Suspenso o envio de eventos de remuneração S-1200 da competência JANEIRO/2020 até publicação da portaria com tabelas de alíquotas do INSS e salário-família para 2020
03/01/2020
DIRF 2020 - Disponível para download o Programa Gerador da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte
03/01/2020
Novo teto do INSS é de R$ 6.032 para 2020
03/01/2020
Salário mínimo de R$ 1.039 já está em vigor Fonte: Agência Senado
02/01/2020
Uma análise diante do julgamento do STF: como as circunstâncias do caso podem atestar a prática do crime de apropriação indébita
30/12/2019
e-SOCIAL Alteração. Cronograma. Obrigatoriedade. Implantação.
Precisa de ajuda? Converse conosco!